Carreira

Fernanda Costa Campos Cotote ( Nanda Costa)
Rio de Janeiro/Parati
Aniversário : 24 de setembro 
Com apenas 14 anos, saiu do Rio para São Paulo.Morou em um pensionato de feiras
enquanto,participou da escola de atores do Wolf Maia... E assim,iniciou seus trabalhos na tv em Cobras e Lagartos e não parou mais! Segue abaixo seus trabalhos na TV,Cinema e Teatro.

Trabalhos e Personagens na TV :

2006 Cobras e Lagartos - Madá
2008 Por toda a minha Vida - Dolores Duran
         Ó Pai ó- Quenga
2009 Viver a Vida - Soraia Villela
2010 Clandestinos Especial - Ela mesma
         Clandestinos O Sonho Começou - Nanda
2011 Amor em Quatro Atos - Moça
         Cordel Encantado - Lilica
2012 Salve Jorge - Morena Ribeiro

Cinema : 

2008 Sexo com Amor ? - Juliana
2009 Bezerra de Menezes- Senhora
2009 Carmo - Rosália
2009 Um Homem Qualquer - Lia
2010 Sonhos Roubados - Jéssica
2011 Febre do Rato - Eneida
2012 Gonzaga- De Pai para Filho

Teatro :

2011 A República em Laguna - Anita Garibaldi

Premiações que foi indicada e recebeu os prêmios:

Em 2010 ganhos 4 prêmios de melhor atriz por Sonhos Roubados,
no Festival do Rio,Festival de Cinema Brasileiro de Paris
Brazilian Film Festival of Miami e Festival de Biarritz.
Em 2011 ganhou o prêmio de melhor atriz por Febre do Rato
no Festival de Cinema de Paulínia.


                ..............................................


Nanda Costa é Dolores Duran


17/07/2008

Quando se viu pela primeira vez no vídeo caracterizada como Dolores Duran, Nanda Costa levou um susto. Não esperava que fosse ficar tão parecida. Afinal, ela teve pouquíssimas referências para gravar o programa "Por toda minha vida" em homenagem à cantora morta em 1959, que vai ao ar hoje, após "Casos e acasos".

- Tínhamos apenas duas imagens da Dolores em vídeo. Não dava para saber direito como ela agia, como cantava e se movimentava... Então, foi uma interpretação meio instintiva. Mas, no fim, ficou muito parecido - afirma.

Por causa da falta de imagens de arquivo da cantora, Nanda teve que gravar mais cenas do que os outros atores que já participaram de outras edições do "Por toda minha vida".

- Tivemos que fazer uma espécie de documentário falso como se fosse as imagens de arquivo dela.
Aos 21 anos, Nanda já conhecia um pouco da história de Dolores, antes mesmo de fazer o teste para o papel.

- Há um tempo, eu ganhei de um primo uma coleção de discos de vinil, e, entre eles, tinha alguns da Dolores. Quando me chamaram para o teste, pensei: "Nossa! É aquela cantora das músicas lindas" - lembra a atriz, que teve que fazer aulas com uma fonoaudióloga: - Isso me ajudou na hora de dublar as canções.

No fim das gravações, ela já conseguia encontrar semelhanças, além das físicas, com Dolores:
- Ela era uma mulher muito forte, à frente de seu tempo. Apesar da fama de melancólica, tinha uma energia bem grande, assim como eu tenho.



 Filme: Ó Pai ó - 2008 




Filme : Sexo com Amor ?




Filme: Sonhos Roubados
Jéssica (Nanda Costa), Daiane (Amanda Diniz) e Sabrina (Kika Farias) são adolescentes e moram em uma comunidade carioca. Elas eventualmente se prostituem, no intuito de conseguir dinheiro para satisfazer seus sonhos de consumo. Entretanto, mesmo com os problemas do dia a dia, elas tentam se divertir e sonhar com um mundo melhor.

















Filme :Um Homem Qualquer - 2009

Aos 30 anos de idade, Jonas (Eriberto Leão) vive em São Paulo, está desempregado e cansado da vida na metrópole. Em busca de alguma motivação para viver, ele acaba conhecendo Lia (Nanda Costa) naquele que seria o pior dia de sua vida. O que ele não sabe é que Lia já o acompanhava há algum tempo, juntamente com o colega de teatro Ígor (Pedro Neschling). Os dois o observavam como laboratório sobre a vida de um homem qualquer, para aplicar nas aulas de teatro. Só que logo Lia se apaixona por Jonas, se envolvendo também em um projeto de sequestro idealizado por Tico (Norival Rizzo), amigo de sua atual paixão.












Filme : Bezerra de Menezes - 2009

O filme acompanha a vida do médico Bezerra de Menezes (Carlos Vereza), conhecido como o médico dos pobres. A narrativa tem início na infância do personagem, no sertão nordestino. Aos 18 anos, o protagonista inicia no Rio de Janeiro seus estudos de Medicina. Lá, elegeu-se vereador e deputado em várias legislaturas e defendeu as idéias abolicionistas. Mas o que lhe trouxe o maior reconhecimento foi o trabalho anônimo realizado em prol dos desfavorecidos.




Nanda Costa comemora os rumos de Soraia em 'Viver a Vida'

04 de março de 2010 

Não existem papéis menores para Nanda Costa. A atriz, que interpreta a determinada Soraia em Viver a Vida, entrou na novela sem nutrir grandes expectativas. Mas sabia que, a principio, sua personagem não teria um grande conflito. "Mesmo assim fiz como se fosse a protagonista. A equipe reparou, gostou do meu empenho. Por isso o papel cresceu e ganhou espaço", analisa.
Agora que o folhetim de Manoel Carlos já passou da metade, Soraia já apanhou do pai, teve de sair de casa e começou a se envolver com o irreverente Garcia, de Mario José Paz. Personagem que é apaixonado por Dora, sua prima vivida por Giovanna Antonelli. "Venho tentando humanizar ao máximo essa relação para não criar um rótulo de má ou vilã. Afinal, ela está se relacionando com um homem que gosta da prima", explica.
Essa tentativa de defender Soraia de opiniões negativas do público não é por acaso. A atriz se identifica com a personagem já que também nasceu em uma cidade pequena. Nanda é de Paraty, município do Sul Fluminense. "Fui criada como a Soraia e entendo alguns de seus conflitos. Como ela, sou muito desprendida e parece que a cidade é pequena demais para os nossos sonhos", compara. E foi justamente a falta de oportunidades que a fez sair de casa aos 14 anos para tentar a carreira de atriz em São Paulo. "Desde que me conheço por gente quis atuar. Sempre dizia para minha mãe que ia sair de lá e ela concordava. Quando chegou a hora, ela ficou desesperada", lembra.
Apesar da resistência da família e da pouca idade, Nanda foi morar com uma tia em São Paulo. "Eu trabalhava, ia para o colégio e ainda fazia curso de Teatro. Para mim era tudo uma delícia. Eu queria conquistar meu espaço", conta ela, que era bolsista do curso do Wolf Maya. Depois disso, o diretor a convidou para seu primeiro trabalho na tevê, a Madá de Cobras & Lagartos, exibida pela Globo em 2006. "Essa personagem foi muito interessante pois ela começou de um jeito e depois foi virando uma grande vilã", conta, lembrando que o trabalho lhe rendeu um contrato de três anos com a emissora e o papel de Dolores Duran no Por Toda Minha Vida, programa da Globo que conta a trajetória dos principais cantores brasileiros.
Com a segurança financeira do contrato, a atriz se dedicou ao cinema. Dentre os sete filmes que Nanda participou, Sonhos Roubados, dirigido por Sandra Werneck, lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival do Rio de 2009. "Até agora foi o maior reconhecimento que tive na carreira. Pretendo conquistar cada vez mais", confessa. Para depois da novela, os planos de Nanda também são para o cinema. A atriz já está com alguns projetos de filmes, que só devem começar a serem rodados no segundo semestre deste ano. "Mas prefiro não adiantar. Falta muito tempo e as coisas vão acontecendo. Agora estou completamente dedicada à novela", desconversa.
Viver a Vida - Globo - Segunda a sábado, às 21h.
Sacríficios pela profissão
Para se manter em São Paulo e continuar no curso de Teatro, Nanda Costa precisou morar em diversos lugares. O mais inusitado deles foi um pensionato de freiras. "Elas me olhavam como se fosse a atriz desvirtuada. Era muito engraçado", diverte-se ela, que tinha de chegar antes das onze e meia da noite todos os dias. "Se não chegasse elas ligavam para minha mãe. E, se ela recebesse o telefonema, eu voltaria para Paraty", lembra.
Nanda, que saia do curso às 23 horas, corria por São Paulo de tênis e uma mochila nas costas. "Na época eu estava precisando emagrecer para um papel, mas não tinha tempo de ir à academia", justifica. A artista corria sete quarteirões e era recebida pelas freiras, com ares de reprovação, às onze e meia em ponto. "Além de precisar emagrecer, se eu ficasse esperando o ônibus poderia não dar tempo. Então colocava meu tênis e seguia o caminho", conta.
Instantâneas 
# Quando chega em Paraty, Nanda é tratada como celebridade. Seus amigos vivem cobrando que ela esteja em novos trabalhos na tevê. "Quando contei que ia entrar na novela das oito, foi uma alegria geral", conta.
# Apesar de sempre ter se dedicado à carreira de atriz, Nanda precisou trabalhar bastante tempo como garçonete de um restaurante japonês para ajudar nas despesas em São Paulo.
# Quando foi chamada para fazer o teste para o Por Toda Minha Vida, Nanda tinha acabado de cortar o cabelo curto, mesmo tendo sido orientada para mantê-lo comprido. Apesar do medo de ser repreendida, a produtora de elenco afirmou que foi determinante o cabelo curto, já que Nanda ficou muito semelhante a Dolores Duran.





Nanda Costa em "Clandestinos", nova série da Globo

18/10/2010 

Nanda e Fabio Enriquez








Nanda Costa não teve o menor trabalho para compor seu próximo papel na TV. Isso porque a atriz, que ficou conhecida como a atirada Soraya de “Viver a Vida”, vai viver ela mesma em “Clandestinos – o Sonho Começou”, nova série da Globo. “No sétimo episódio, vou viver uma atriz que acaba de sair de uma novela das oito e tenta voltar para o teatro”, adianta Nanda sobre a produção de sete episódios que estreia dia 4 de novembro, depois de “A Grande Família”.
Escrito por João Falcão, o texto da série surgiu quando o autor escutava relatos de jovens que buscavam em um teste para o teatro uma chance no show business. A peça virou sucesso de público e de crítica e deu oportunidade de trabalho e visibilidade para 17 jovens atores desconhecidos, vindos de várias partes do Brasil. “Eu queria pessoas que estivessem representando algo que elas estariam vivendo de verdade”, explica João, que teve a ideia de adaptar a peça para a TV.
Além da história de Nanda Costa, que saiu de Paraty, no Rio de Janeiro, para tentar a sorte como atriz em São Paulo e depois no Rio de Janeiro, a atração vai mostrar a trajetória de vida de jovens atores como a mineira Adelaide de Castro, de 20 anos, que saiu de casa aos 18 para fazer o teste no Rio e das gêmeas Michelle e Giselle Batista, irmãs gêmeas que se cansaram de sempre interpretar as mesmas personagens. “A série mostra exatamente o que a gente passa quando está tentando uma chance no meio artístico. Já passei muito perrengue. Por isso me identifico tanto”, conta Nanda.


Nanda Costa se prepara para viver “mulher arretada” na nova trama das seis

Atriz será a personagem Lilica, em Cordel Encantado.
25/03/2011 


 atriz Nanda Costa prestigiou lançamento de coleção na noite de quinta-feira (24) e aproveitou para falar sobre sua nova personagem, de Cordel Encantado, nova novela seis da Globo, que tem estreia prevista para 11 de abril.

“Comecei a gravar a novela. Vou ser a Lilica, uma mulher arretada, do sertão, com sotaque. Estou adorando. Ela é cheia de atitude, de personalidade forte. Estou na expectativa da estreia”, contou a bela.

Nanda ficou conhecida no Brasil inteiro depois de fazer o papel de Soraia na novelaViver a Vida. depois, a bela morena fez uma participação na série Amor em Quatro Atos.
Cordel Encantado tem autoria de  Thelma Guedes e Duca Rachid.


 Festa de lançamento da novela  Cordel Encantado 7/4/2011


Nanda Costa falou a QUEM sobre sua personagem da próxima novela das 18h, "Cordel Encantado", durante o encontro do elenco, na noite desta quinta-feira (7), em São Paulo. A atriz contou que tinha cortado o cabelo pouco antes do início das gravações, mas teve que colocar megahair para viver Lilica.



Teatro - Dezembro de 2011

Nanda Costa e Murilo Rosa



 Anita e Giuseppe Garibaldi no espetáculo 'A república em Laguna'.











Filme
Nanda Costa em Febre do Rato
Febre do Rato é uma expressão popular típica da cidade do Recife que designa alguém quando está fora de controle, alguém que está danado. E é assim que Zizo (Irandhir Santos), um poeta inconformado e de atitude anarquista, chama um pequeno tablóide que ele publica com o próprio dinheiro. Na cidade úmida e escaldante, enfiada na beira de mangues e favelas, Zizo alimenta sua pena, seu sarcasmo, sua grossa ironia. As coisas caminham de maneira descontrolada, mas ao mesmo tempo todas as relações estão estabelecidas em cima do mundo que Zizo criou e alimentou para si mesmo.









                                    

Filme

EM ‘GONZAGA – DE PAI PRA FILHO’, NANDA COSTA É ODALÉIA GUEDES

Na coluna do Ancelmo Gois, do jornal O Globo, confira o destaque para a atriz Nanda Costa, protagonista na próxima novela das 21h da Rede Globo e quem interpreta Odaléia, primeira mulher de Luiz Gonzaga.
“Nanda Costa, a linda atriz, faz uma cena como Odaléia Guedes, mãe de Gonzaguinha, nas filmagens de ‘Gonzaga de para filho’, novo longa de Breno Silveira. Com a bela, está Chambinho do Acordeon, que interpreta Gonzagão. O filme estreia em outubro”


......................................


                                              
Em , Morena () é uma linda moça, cheia de vida e personalidade, nascida e criada no Complexo do Alemão, comunidade do Rio de JaneiroComo tantos brasileiros, Morena é uma verdadeira guerreira da vida cotidiana. Pega sua condução toda manhã para ir atrás de seu sustento sem nunca esmorecer com as dificuldades. Uma moça simples que encara seus “dragões” de frente e não se abate por conta de desilusão amorosa ou falta de dinheiro.
Ainda jovem, engravidou de Beto (Sacha Bali), seu amor na adolescência. Assim que Junior nasceu, o rapaz a abandonou em meio a fraldas e latas de leite. “Só quem passa por isso sabe a barra que é criar sozinha uma criança”, é o que sempre diz. Teve a sorte de ter ao seu lado a mãe, dona Lucimar (Dira Paes), cuja juventude já tinha sido bem parecida com a dela.
As pessoas que mais ama na vida são sua mãe e seu filho. E por eles é que Morena sempre almejou uma vida melhor. Desde pequena quis ser artista. Carisma e charme nunca lhe faltaram, mas até agora só o que conseguiu foi ser copeira do escritório de advocacia de Stênio (Alexandre Nero), patrão de Lucimar, que trabalha como doméstica. O serviço no escritório é muito, a grana pouca, mas dá para ajudar nas prestações da TV e pagar a mensalidade da creche de Junior. Mesmo com a rotina difícil, agora que o menino é maior, ela consegue curtir um “pagofunk” ao lado da amiga fiel, Sheila (Lucy Ramos).
Morena cresceu num lugar dominado pelo crime, mas nunca se deixou amedrontar por ele. Agora, está esperançosa com a pacificação da região, que trouxe para sua vida, além de paz e proteção, Theo (Rodrigo Lombardi), um cavalariano do Exército. Devoto fiel de São Jorge, ele cruza o caminho dela bem no dia da festa do santo. E esse encontro é o prenúncio de um amor arrebatador.
Salve Jorge’,  novela das nove da Rede Globo, é  escrita por  e tem direção de núcleo de Marcos Schechtman e direção geral de Fred Mayrink.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário